Taxa de positividade dos testes de Covid-19 em farmácias aumenta de 9,6% para 15,3%

0 59

Diante das medidas de relaxamento contra a Covid-19, como o fim da obrigatoriedade das máscaras em diferentes estados, a Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias) registrou aumento na taxa de testes positivos nas farmácias.

O índice saltou de 9,65%, na semana entre 11 e 17 de abril, para 15,3% na semana entre 18 e 24 de abril, dados mais recentes. 
Conforme a Abrafarma, foram 67.314 testes rápidos realizados, das quais 10.307 indicaram diagnóstico para o novo coronavírus. Já entre 11 e 17 de abril, foram registrados 5.677 testes positivos.
Segundo a entidade, o aumento de casos coincide com a flexibilização de medidas no combate ao novo coronavírus.

Especialistas afirmam que o risco de um novo tsunami de infecções é baixo, diante das elevadas taxas de vacinação no país, mas é possível que tenhamos nova alta de casos.

Embora grande parte da população tenha tomado a vacina, médicos reforçam a importância de tomar a dose de reforço – no caso dos adultos, a terceira, e no caso dos idosos ou imunossuprimidos, a quarta injeção. Além disso, recomenda-se aos grupos vulneráveis evitar aglomerações e usar máscaras em ambientes fechados.
Em nota, a Droga Raia e a Drogasil informaram que, nos últimos meses, a demanda deste serviço cresceu 10%. Os pacientes que quiserem realizar o teste rápido nos estabelecimentos, que é feito pelo farmacêutico, podem fazer o agendamento pelos sites ou aplicativos das drogarias.

O valor do teste de Covid-19 realizado pelo farmacêutico varia em torno de R$ 100. Já os autotestes disponíveis nos estabelecimentos de saúde, assim como farmácias, têm o custo médio de R$ 70 o valor unitário.

Quase 90% de testes negativos em abril
Com relação aos autotestes comercializados em farmácias, a Abrafarma afirma que 88% dos autotestes realizados no Brasil, entre março e abril deste ano, deram negativos, com variação na taxa de positivos entre os Estados de 11% a 35%.
Neste período, 32 mil pessoas acessaram aplicativo de autoteste da Covid. Ao todo, mais de 54% são do sexo feminino. A faixa etária das pessoas que realizam a autotestagem em casa varia de 14 aos 80 anos.

Entre os Estados que mais realizam os autotestes estão: São Paulo, Rio Gande do Sul, Paraná, Minas, Santa Catarina, Rio e Bahia. Ainda conforme a entidade, mais de 70% dos usuários do autoteste relataram sintomas, sendo a taxa de resultados positivos quatro vezes maior nessas pessoas em comparação com pessoas assintomáticas.

Leave A Reply

Your email address will not be published.