ESTADO QUER RESCINDIR CONTRATO COM EMPREITEIRA DA ERS-403

rse

O governo do Estado tentará, de forma amigável, rescindir o contrato de prestação de serviços com a empreiteira Arcol, vencedora de licitação para o asfaltamento da ERS-403, estrada que liga Cachoeira do Sul a Rio Pardo. De acordo com informações publicadas no portal Gaz, uma comitiva de líderes políticos e empresariais de Rio Pardo foi a Porto Alegre na última quarta-feira com o objetivo de tentar agilizar as obras.

O grupo levou ao deputado estadual Edson Brum (PMDB) a preocupação sobre a demora em relação à continuidade das obras. Os trabalhos estão em andamento, porém de forma muito lenta. Durante a reunião, o deputado entrou em contato com o secretário dos Transportes. Atendendo ao pedido do parlamentar, o secretário estadual dos Transportes, Pedro Westphalen, se deslocou até o gabinete para conversar com o grupo. “Desta forma, poderemos fazer uma nova licitação para contratação de uma nova empresa”, disse Westphalen.

Após a rescisão de contrato com a Empa, a Arcol, segunda colocada na licitação, assumiu os serviços no lote 2, que compreende o trajeto desde o entroncamento da ERS–410, em Bexiga, e a cidade de Rio Pardo. Neste trecho, 6,02 quilômetros dos 24,37 que compõem a ligação ainda precisam ser finalizados em contrato de R$ 5,5 milhões. No lote 1, trecho de 37,88 quilômetros entre Cachoeira do Sul e o entroncamento da ERS–410 – dos quais 20,88 ainda necessitam de pavimentação –, as máquinas foram retiradas em abril de 2015 por falta de pagamento à empresa Conpasul Construção e Serviços Ltda.