“O primeiro turno vai ser sofrido”, afirma Renato após quinta derrota no Brasileirão

Quem espera melhoras a curto prazo no time do Grêmio levou um banho de água fria do técnico Renato Portaluppi. Neste domingo (16), na entrevista após a derrota para o Botafogo— a quarta consecutiva e a quinta, no total, pelo Brasileirão —, no Espírito Santo, o treinador pediu “paciência” para a torcida.

— Já estou adiantando que o primeiro turno vai ser sofrido. O que eu posso pedir para o torcedor é paciência. Não é fácil — comentou o treinador.


Renato usou a maior parte das respostas da coletiva para reclamar do tempo longe do Rio Grande do Sul, já que a Arena e o CT Luiz Carvalho ainda não têm condições de receber jogos e treinamentos por conta da enchente que atingiu o Estado no mês passado. Para o comandante gremista, a maré ficará favorável somente no segundo turno.

— O primeiro turno, basicamente, vai ser isso. Lógico que a gente busca os melhores resultados. Mas o Campeonato Brasileiro é muito difícil de jogar fora de casa. Ah, mas o mando de campo era do Grêmio? O mando de campo era do Grêmio, mas 90% do estádio era torcedor do Botafogo. Isso tem dificultado bastante a gente. Vai ser ser praticamente todo o primeiro turno. A gente vai sofrer bastante por isso. Eu só peço que ele (o torcedor) entenda que nós estamos há mais de 30 dias fora. Daqui a pouco a bola começa a entrar e a gente sai dessa situação — comentou.

O Grêmio entrou em campo no estádio Kleber Andrade com várias peças modificadas. Caíque, Fabio, Geromel, Mayk, Carballo e Gustavo Nunes ingressaram no time por opção expressa do treinador. Ainda, Gustavo Martins substituiu Kannemann, suspenso.

Renato Portaluppi justificou as modificações por conta da maratona de jogos enfrentadas pelo clube. Ele manteve a posição de que repetir a escalação nessas condições é impossível e ainda lembrou que a última partida do Botafogo havia sido na terça-feira (11), enquanto o Tricolor atuou na quinta-feira (13) e, por isso, os botafoguenses estariam “mais descansados”.

— Eu estaria muito preocupado se estivesse perdendo os jogos e não estivéssemos jogando bem. O meu time vem jogando bem. No início do jogo, o Botafogo esteve melhor que a gente. Fizeram o gol. Depois, a gente tomou conta do jogo. Empatamos. No segundo tempo, a gente começou bem novamente. Tivemos oportunidades, mas não fizemos. Por um erro nosso, tomamos o segundo gol. Tivemos outras chances de poder empatar a partida, mas o goleiro dele teve uma tarde feliz. O zagueiro deles também tirou uma bola em cima da linha — avaliou Renato.

Com a derrota para o Botafogo, o Grêmio ingressou na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com seis pontos. O próximo compromisso da equipe de Renato Portaluppi é na quarta-feira (19), às 20h, diante do Fortaleza, pela 10ª rodada do Brasileirão.






GZH

Todos os Direitos Reservados Rádio Cachoeira
Desenvolvido por Rafael Bordignon
Hospedado por Three Tecnologia

Logo Cachoeira

Compartilhe

×